Bêbado, deixei a minha pequena ser abusada na minha frente 4

Click to this video!
Autor

Essa é mais um estória (ficção) que eu trago a vocês. Ela é continuação de: "Bêbado, deixei a minha pequena ser abusada na minha frente 3".

Henry precisava tomar uma atitude, mas tava em dúvida entre o tesão e a razão. Por um lado, Afonso, um cara negro, todo grandão, bonitão e erótico. Pessoas como ele, charmosas, conseguem chamar a atenção de qualquer outra (inclusive a do msm sexo). Por outro lado, ele, pai, excitado pela própria filhinha de 6 aninhos, nada seria mais justo que fosse ele a tirar o hímenzinho da garota, né? Mas a dúvida era cruel. Msm Henry sabendo que, o fato de ele querer que seu amigo tirasse o cabaço da filha, fosse apenas por puro capricho seu. Veja, se Afonso tivesse uma aperencia diferente, talvez as coisas fossem diferente, certo? Mas o cara era o próprio estereótipo da luxuria. Não que Henry fosse afim do cara (Henry não era homessexual) mas o fato dele ser negro e seduzir sua filhinha branquinha, corroia seu cérebro e o tornava um mingal de pura porra… Ver os dois juntos o deixava bastante excitado.

Depois de pensar muito, Henry optou pelo o que a filha desejava. E o que ela decidiu foi…

Continua.